21 fevereiro 2011

SS Adolph Woerman

 amplie p. f.

SS Adolph Woerman?! O que tem de especial este navio?
Pelo nome aparentemente nada mas se dissermos que foi o navio onde foi capturado o maior burlão português (de todos os tempos) - Artur Virgílio Alves dos Reis - muda completamente de figura.
Durante o ano de 1925, por investigações do mais importante diário da época, "O Século", foram surgindo afirmações e notícias, desde logo desmentidas por especialistas na detecção de notas falsas dos bancos, sobre a possibilidade da circulação de notas falsas em Portugal.
A atenção dos jornalistas do "Século" prendia-se com o facto do Banco de Angola e Metrópole andar a conceder empréstimos na ausência de circulação de moeda (por exemplo depósitos). Como emprestava sem receber? Com a agravante de os fazer com taxas de juros baixas.
Não havendo lugar à detecção de irregularidades, os boatos eram facilmente "anulados" com os resultados das auditorias (que nada detectavam) e com a possibilidade dos alemães estarem a tentar destabilizar Portugal para obter posições de privilégio em Angola.
As investigações jornalísticas não pararam até que em 5 de Dezembro de 1925, o jornal anuncia uma descoberta. Dava conta que o Banco de Portugal enviara para o Porto um inspector do Conselho do Comércio Bancário para averiguar os importantes depósitos efectuados pelo Banco de Angola e Metrópole em notas de 500$00 numa firma cambista chamada Pinto da Cunha. Relatou as difíceis tarefas dada a quantidade de dinheiro em causa. A persistência acaba por encontrar duas notas com o mesmo número de série nessa delegação. É então dada ordem para que todas as agências bancárias retivessem as notas e as colocassem por sequência numérica, resultando na detecção de imensas notas com números de série em duplicado a circular.
O Banco de Angola e Metrópole é confiscado e o autor da burla, Alves dos Reis, preso a 6 de Dezembro a bordo deste navio, o SS Adolph Woerman:
Companhia: Deutsche Ostafrika Linie, DOAL
Dimensões: 121,8 x 17,7mt
Velocidade máxima: 12Kn
Viagem inaugural: 15 Novembro de 1922
Passageiros e tripulação: 1ª Classe 100; 2ª Classe 57; 3ª Classe 134. Tripulação 134 elementos
Construção: Blohm & Voss (Hamburgo)
Retirado de serviço em 22 de Novembro de 1939

Sem comentários:

Enviar um comentário