01 agosto 2011

Dedicado aos que ficaram a trabalhar: Aranui 3

Comecemos por sonhar, logo explicamos:

Está um óptimo dia para sonhar, uma segunda-feira onde parece que todos foram de viagem e você ficou a trabalhar por 10. Menos mal que para além de um maravilhoso cérebro que sonha existe a internet e a revista Cruzeiros. Vamos dar uma "voltinha"? Deseja um cruzeiro fora do normal?
Isso é um maravilhoso desafio, não faça mala, vamos já!
Ao longo dos posts no blogue da Cruzeiros muito sucedeu para desmistificarmos o que é "cruzeiro", para muitos era um navio de passageiros de preferência grande em alto mar ou com um porto por dia. Já passamos pelos rios e pelo mar com navios de vários aspectos mas com este ainda não. Vamos continuar a surpreendê-lo, viaje sempre connosco. Vamos nos localizar:
Neste post vamos a bordo do Aranui 3 (Link), um navio utilitário para não chamar cargueiro que transporta passageiros em viagens de cruzeiro juntamente com o transporte de bens entre as ilhas, forma de rentabilizar a fraca actividade económica capaz de aguentar tal investimento. A nossa viagem incluí:

• 13 noites "Unique Tahiti e Ilhas Marquesas"  em cruzeiro a bordo Aranui 3 desde Papeete, Tahiti
• Alojamento em cabines com WCs privativos
 Incluí todas as refeições principais e com vinhos ao jantar.
• As atividades e entretenimento a bordo
• Taxas portuárias
Nota: os tours são tratados nos portos. 
Partida e chegada aos sábados de 15 em 15 dias
Sábado:
Papeete, Tahiti 10:30 (deixe o filme amanhecer calmamente, vale a pena) (Link)
Domingo: Fakarava, Tuamotu Islands (Link)
Segunda feira: navegação     
Terça feira: Ua Pou  (Hakahau/Hakaetau), Marquesas (Link)  
Quarta feira: Nuku Hiva  (Taiohae-Hatiheu-Taipivai) (Link)  
Quinta feira: Hiva Oa  (Atuona) (Link)
Sexta feira: Fatu Hiva (Omoa/Hanavave) (Link)   
Sábado: Hiva Oa (Puamau/ Hanaiapa)
Domingo: Tahuata (Vaitahu-Hapatoni)
Segunda feira: Ua Huku (Vaipaee-Hane-Hokatu) (Link)
Terça feira: Nuku Hiva (Taiohae), Ua Pou (Hakahau)
Quarta feira: navegação
Quinta feira: Rangiroa, Polinésia Francesa
Sexta feira: Papeete, Tahiti às 9:30 (Link)

A ideia não é económica, só o cruzeiro anda entre os 5000 e os 7500 Dólares americanos, para sonhar não paga absolutamente nada mas é mais solicitado do que imagina:
O seu percurso, como já descrito, inicia-se no Tahiti e dura 14 dias, a primeira escala é nas ilhas Tuamotu onde poderá observar criadores de ostras gigantes que nos deslumbram com pérolas negras. Seguem-se as 6 Marquesas, pequenas ilhas habitadas mas ainda assim isoladas, onde o Aranui III é o seu único elo de ligação ao mundo exterior. Deixa passageiros e provisões, leva produções locais. As visitas, raras, são muito bem vindas a um ilha de poucas estradas e de raros carros. Quase nada mudou daquilo que a natureza construiu naturalmente. As Marquesas destacam-se no horizonte, quando estamos perto observamos montanhas esguias, "agulhas Vulcânicas" como descreveu Robert Louis Stevenson em 1880, um escritor/ poeta/ escritor de roteiros de viagens escocês. Estas ilhas contribuiram com certeza, 3 anos depois, para um clássico juvenil "A ilha do tesouro". E a viagem prossegue idilicamente ...
navio oferece bons serviços e tem bom gosto, os camarotes são espaçosos. Todos com vigias/ janelas. Nas plataformas ao ar livre pode ler, relaxar, tirar fotos, observar com binóculos toda uma série de lagoas e pináculos montanhosos que vão surgindo em viagem. Possuí uma piscina exterior. Pode praticar mergulho, pesca e natação. Na sala das refeições poderá em ambientes familiar dialogar com outros passageiros-aventureiros, saborear a cozinha francesa e polinésia. O navio possuí ginásio e biblioteca. A bordo seguem especialistas que abordam a cultura Marquesa. As noites de navegação em zona de óptimo clima e sem lua cheia permitem um céu escuro de plena visibilidade de um céu estrelado como nunca viu. Mas não acabamos a descrição, a tripulação maioritariamente da zona tem o prazer de lhe cantar naturalmente em serviço, profissionalizando-se nos momentos próprios e ensinando-o a cantar e a dançar os ritmos polinésios, incluindo os hipnóticos.
Descrição esquemática do Aranui III

Pode-se afirmar que o navio é cargueiro do que alcança a vista desde a ponte e os seus decks e popa são dedicados aos passageiros.

Amigos, as refeições em terra e a bordo são sumptuosas na quantidade numa qualidade caseira. Excelente cozinha! Todo o ambiente é muito familiar.

Deixamos para o fim um pequeno filme sobre o navio Aranui 3:

A ideia não é económica mas para sonhar não paga absolutamente nada.
"Ganda viagem" .. os seus colegas que foram de férias estão-se a roer de inveja! Quando precisar de viajar deixe um comentário, haveremos de dar solução.

2 comentários:

  1. Vocês matam da cura, a trabalhar e invejoso estou eu! Gostei.

    ResponderEliminar
  2. Isto é uma viagem muito cara, é mesmo para sonhar. Deve ser uma paz enorme e um à vontade que se nota no último filme, faz o meu género. Presumo que o ideal é voar desde Paris.

    ResponderEliminar