03 agosto 2011

Salvamento no Norwegian Spirit

No passado domingo, 31 de Julho, decorreu uma acção de reconhecimento a um jovem de 16 anos chamado Alex Giffel natural de Baton Rouge - USA a bordo do Norwegian Spirit aportado em Nova Orleans no Lousiana. Tal agradecimento deve-se à pronta acção do jovem no salvamento de um passageiro no rio Mississipi.
De férias com a família a bordo do Spirit da Norwegian, quis o destino colocar Giffel a presenciar a queda de um passageiro do navio ao rio Mississipi. De imediato o jovem reagiu lançando um "anel salva-vidas" para a zona onde estava a pessoa e instruindo-a sobre o que fazer perante a aflição. Ao mesmo tempo, o seu primo Tyler Giffel alertou a tripulação. O navio accionou os procedimentos muito treinados e simulados numa situação real, enviando um bode salva-vidas que ultimou o resgate. Regressado a bordo, o passageiro foi assistido pela equipa médica ficando para a posteridade uma história para contar ou para esquecer.
Na cerimónia deste domingo, o Capitão Evans Hoyt dirigiu-se a Giffel de forma agradecida e elogiosa, evitando heroismos e salientando a frieza e rápida acção de Alex Giffel. O passageiro teve sorte em encontrar alguém pragmático que aproveitou todos os momentos para o salvar.
"Alguns de nós treinamos toda a nossa vida toda para responder aos casos de emergênciaTrata-se de estar apto para o momento, respondendo e fazendo a escolha certa, mas temos que tomar conhecimento" disse o capitão Hoyt. "A família Giffel pode estar orgulhosa da resposta rápida dada por Alex e Tyler, assim como a equipa de resgate da Spirit que respondeu com profissionalismo numa resposta rápida que resultou numa vida ser salva."

A companhia e o Porto de Nova Orleans entregaram placas de apreço ao gesto do jovem.
A cerimónia, contou com a família Giffel, representantes do Porto de New Orleans, oficiais superiores e equipa de resgate do Norwegian Spirit. O grupo concluiu o dia com um almoço na Churrascaria do Cagney.

A Norwegian é tema aa edição da revista Cruzeiros à venda nas bancas.

Sem comentários:

Enviar um comentário