19 setembro 2011

Maxim Gorkiy

amplie p. f.
O SS Maxim Gorkiy foi um navio que atravessou algumas décadas, assistiu à transformação do mundo sob 3 bandeiras. A mais emblemática foi a era soviética, aquela que os coleccionadores de postais de navios de cruzeiros mais gostam, apesar de os quererem todos! :o). O navio nomeado inicialmente de SS Hamburg foi construído em 1969 como um híbrido "oceanliner"/ cruzeiro para ligar Hamburgo a Nova Iorque, tarefa que nunca realizou para a German Atlantic Line. Construído pela Howaldtwerke Deutsche Werft em Hamburgo, foi o primeiro grande navio de passageiros depois de 1938 na Alemanha. Em 1973 o navio foi re-baptizado de SS Hanseatic para no ano seguinte ser vendido à Black Sea Shipping Company assumindo-se como um 4 estrelas sob bandeira soviética, situação que conservou por 34 anos com o nome que o tornou famoso: Maxim Gorkiy (poeta russo).
Em 2008 o navio é vendido à Orient Lines que projectava a sua re-entrada em serviço a 15 de Abril de 2009 sob o nome de Marco Polo II, situação que nunca se efectivou. Acabou por ser vendido para a sucata na Índia (Alang).
Sem nos alongarmos mais, pois as imagens informam mais em menos espaço, vamos conhecer ou revisitar um navio que já não existe mas que marcou pela sua peculiar silhueta a memória de muitos entusiastas de navios, de coleccionadores ou de simples pessoas que pela sorte de viverem próximas de um porto o aceitaram como parte da família. Para quem não teve uma relação próxima com este navio este post poderá parecer extenso, para quem o recorda "saberá" a pouco. Correndo esse risco recordemos Maxim Gorkiy:
O filme que se segue foi feito por um passageiro, Michael Rogge, numa das últimas escalas do Maxim Gorkiy (em Amsterdam) no seu último cruzeiro até às ilhas Canárias em 2008.

Filme feito por um passageiro do Maxim Gorkiy em Lisboa na sua última escala (então não se sabia). Curioso observar os interesses do turista que visita Lisboa por primeira vez, com idas às mais emblemáticas atracções mas com pormenores de novidade que para nós não passam de quotidiano.

Os interiores do Maxim Gorkiy:

Os dados que ficam para a história
Nomes do navio durante a sua existência: 
1969—1973: Hamburg
1973—1974: Hanseatic
1974—2009: Maxim Gorkiy

Proprietários do navio:
1969—1974: German Atlantic Line
1974—1992: Black Sea Shipping Company
1992—1996: Belata Shipping
1996—2008: Maxim Gorkiy Shipping Co (Sovcomflot)
2008—2009: Orient Lines 

Operadores do navio: 
1969—1973: German Atlantic Line
1973—1974: parado
1974—1988: Black Sea Shipping Company
1988—2008: Phoenix Reisen

Registo do navio:
1969—1974: Hamburg, Alemanha ocidental
1974—1991: Odessa,  União Soviética
1991—2009: Nassau,  Bahamas



Ordem de construção: Novembro 1966


Estaleiros navais: Howaldtswerke Deutsche Werft, Hamburgo, Alemanha ocidental
Custo: 7,6 milhões de Euros
Lançamento à água: 21 Fevereiro de 1968
Entrega ao proprietário: 20 Março 1969
Primeira viagem: 28 Março 1969
amplie p. f.
Maxim Gorkiy com a sua última aparência em serviço (Phoenix Reisen)

Sem comentários:

Enviar um comentário