12 setembro 2011

Que fizeram os cruzeiros neste 11 de setembro?

Ontem, domingo 11 de setembro, a emoção e a recordação dos 10 anos pós actos terroristas em Nova Iorque, Washington DC (Pentágono), Pensilvânia (United Airlines Flight 93) voltaram, foram lembrados em cerimónias nos locais que sofreram as agressões. Os cruzeiros associaram-se a estas cerimónias, até porque Nova Iorque é um porto muito visitado por estes numa cidade que lhes conserva a história.

Carnival Cruise Lines
Todas as companhias de cruzeiros do grupo Carnival fizeram um minuto de silêncio em honra das vítimas e suas famílias. Cada capitão fez um discurso para todos os hóspedes a bordo. No boletim diário de bordo existiram textos sobre este marcante dia. Bandeira americanas foram exibida nos átrios principais dos navios. A cobertura televisiva dos eventos com as cerimónias foram sintonizadas nas TVs ao longo dos navios. O Carnival Miracle viu a sua partida de Nova Iorque adiada para ontem permitindo a participação nas cerimónias e observar a nova iluminação do "Ground  Zero".
Ainda dentro do grupo Carnival
a Holland America Line através do seu navio Veendam realizou serviços religiosos a bordo, antecipando a sua chegada a Nova Iorque neste domingo. O navio parou ao passar frente a Manhattan realizando o minuto de silêncio.

Norwegian Cruise Line: de forma concertada os vários comandantes de navios registaram os marcantes momentos de há 10 anos com palavras enviadas aos passageiros pelo sistema de som o navio, seguido por momentos de reflexão silenciosa nos vários navios.

Seabourn: preparou uma sala a bordo de cada navio com elementos alusivos à data onde foram projectadas em permanência imagens televisivas das cerimónias das principais cadeias de TV.

Sem comentários:

Enviar um comentário