07 outubro 2011

Breves

A NCL informou que no primeiro ano de actividade do primeiro dos dois navios do projecto Breakaway, o Norwegian Breakaway em construção (144.017 toneladas, 4000 passageiros, a estrear em maio de 2013), terá como base o porto de Nova Iorque para efectuar cruzeiros de uma semana pelas Bermudas. Serão 22 cruzeiros com partidas aos domingos num programa de 3 dias nas Bermudas e 3 dias de navegação a partir de 6 de outubro. Não foram todavia revelados pormenores para o irmão gémeo, o Norwegian Getaway, que será entregue na Primavera de 2014. O navio está em construção nos estaleiros Meyer Werft na Alemanha, estaleiros aliás, tema da próxima revista Cruzeiros.

A companhia proprietária do Queen Mary 2 informou que se registou um pequeno incêndio a bordo do navio provocado por uma das turbinas a gáz do navio, situação prontamente debelada pela tripulação ao serviço. Estes equipamentos são utilizados como auxiliares das 4 turbinas diesel para permitir uma navegação mais rápida, se necessário, chegando aos 30 nós.
A chegada tardia do QM2 ao terminal de Brooklyn Red Hook (2 horas) nada teve a ver com a situação ocorrida a bordo mas sim pelo mau tempo que enfrentaram, ventos fortes e mar alteroso. Como resultado deste atraso, a saída para novo cruzeiro sofreu um atraso de uma hora.

A Quark Expeditions anunciou a adição de mais um navio à sua frota essencialmente destinada ao Antárctico e ao Ártico. Um novo quebra-gelos, o Kapitan Dranitsyn, construído na Finlândia em 1980 e renovado em 1999, fará cruzeiros/ expedições para as zonas mais remotas do Ártico.
O navio é idêntico ao já famoso Kapitan Khlebnikov, terá itinerários por Franz Josef Land e Novaya Zemlya, só acessíveis a viajantes "independentes" (perfeito estado de saúde e locomoção) e por quebra-gelo. A zona a visitar é lar do urso polar, morsas, focas, raposa do ártico, baleia beluga e áreas de nidificação de aves marinhasO navio está equipado com um helicóptero e equipamentos para desembarques e actividades no gelo. Informamos que a próxima edição da revista Cruzeiros traz um artigo sobre o Antárctico a não perder.

A autoridade gestora do Canal do Panamá anunciou a aquisição de 14 novos rebocadores no valor de 158,3 milhões de Dólares americanos a um estaleiro espanhol. A adjudicação efectuada à melhor proposta a nível de preço de entre 20 oriundas da América Latina, Ásia e Europa, prevê uma primeira entrega 600 dias após o contrato. Os rebocadores de 70 toneladas serão adicionados aos existentes dentro da perspectiva de aumento do trânsito fluvial no canal, resultado das obras de ampliação e destinados aos navios de maior porte.

Sem comentários:

Enviar um comentário