31 outubro 2011

MSC Lirica chegou por primeira vez à sua nova base: Abu Dhabi

Abu Dhabi atingiu um novo marco no desenvolvimento do turismo de cruzeiros com a chegada ao novo terminal temporário de cruzeiros de Mina Zayed do luxuoso MSC Lirica – o primeiro a ter como porto base a capital dos Emirados Árabes Unidos.  O MSC Lirica chegou a Mina Zayed no dia 29 de Outubro, oriundo de Génova, Itália e os seus passageiros e tripulação participaram numa calorosa celebração de boas vindas com um fabuloso espectáculo de fogo-de-artifício, antes de desembarcarem para o terminal onde foram recebidos com demonstrações de tatuagens de henna, falcoaria e caligrafia e com as tradicionais danças Yolla e Ayallah.
O MSC Lirica partiu ontem para o primeiro de 19 cruzeiros de oito dias/sete noites da temporada 2011/2012, em torno de Abu Dhabi e dos Emirados, com escala em Muscat, Al Fujairah, Khasab, Omã e Dubai, com 95 escalas e rotações. Na sua escala inaugural pelo Golfo Arábico, os passageiros ficarão alojados nos 780 camarotes do luxuoso navio.
Para receber o MSC Lirica foi realizada uma cerimónia oficial no terminal de cruzeiros, onde estiveram presentes o Sheikh Sultan Bin Tahnoon Al Nahyan, Presidente da Abu Dhabi Tourism Authority (ADTA), Mubarak Al Muhairi, Director Geral da ADTA, Pierfrancesco Vago, CEO da MSC Cruises e a estrela mundial, ex-capitão da Selecção Nacional de Futebol de Itália, Fabio Cannavaro, convidado de honra da MSC Cruzeiros. Sheik Sultan disse aos convidados que o MSC Lirica será sempre recordado por abrir novos caminhos em Abu Dhabi. “Esperamos que se tenha aberto um caminho que muitos outros seguirão”, afirmou. “Muitos dos convidados que o MSC Lirica trouxe aqui – e muitos mais no futuro – verão a capital dos EAU pela primeira vez. Esperemos que não seja a última. Os nossos estudos revelam que 30% dos passageiros de cruzeiros regressam aos portos de escala para estadias mais longas e estamos ansiosos por receber cada vez mais visitantes, mais vezes. O investimento neste terminal de cruzeiros temporário irá provar que valeu a pena os esforços conjuntos da ADTA com a Abu Dhabi Ports Company, Abu Dhabi Terminals e Tourism Development & Investment Company, de forma a garantir que os nossos visitantes recebem as boas-vindas apropriadas.
Pierfrancesco Vago (CEO da MSC) com as autoridades do turismo de Abu Dhabi
A vinda do MSC Lirica para este porto base vem na sequência da assinatura de um acordo histórico de cooperação entre a ADTA e a MSC Cruzeiros, há cerca de um ano.  Na cerimónia Pierfrancesco Vago comentou “estou orgulhoso do que conseguimos até agora e confiante que este é apenas o começo de uma grandiosa era para o turismo de cruzeiros nos EAU. Creio que será uma relação longa e mutuamente benéfica para nós, para o porto e as autoridades de turismo, que vai garantir a visitantes de todo o mundo uma nova e estimulante visão ao viajar pela região”.  “Para assinalar a nossa convicção em Abu Dhabi como um inovador destino de férias e altamente desejável, planeamos trazer outro navio – MSC Opera – para Abu Dhabi em 2012/2013. Este navio, com uma capacidade superior ao MSC Lirica, com 867 camarotes, irá operar 25 cruzeiros com 125 escalas e trará mais 54.000 passageiros por ano, para esta zona”.
Aspecto final da frente de terminal de cruzeiros e de iates em Abu Dhabi
A ADTA estimou que a decisão da MSC Cruzeiros em colocar o seu porto base em Abu Dhabi vai gerar cerca de 22 milhões de dólares por temporada, em termos de impacto económico directo no turismo, companhias aéreas, alojamento, transporte, alimentação e bebidas e atracções lúdicas.  O turismo de cruzeiros tem sido uma prioridade nas metas do turismo de Abu Dhabi, que visa atingir 2,3 milhões de hóspedes de hotel no final do próximo ano. Abu Dhabi espera receber cerca de 170 mil visitantes de cruzeiros antes do fim da temporada de 2011/2012, que termina em Abril. O novo terminal temporário de Mina Zayed tem capacidade para receber, em simultâneo, 1.300 passageiros, e foi projectado para receber as temporadas de cruzeiros de 2011/2012 e 2012/2013. Tem cerca de 2.000 metros quadrados e dispõe de duas salas, uma para tratamento de bagagens e outra para utilização dos passageiros, com lounge, secção de segurança, salas de oração, escritórios, centro de informação a visitantes, câmbios, instalações alfandegárias e de emigração. “Temos fortes esperanças de que o negócio dos cruzeiros irá continuar a crescer no futuro, com projecções a longo prazo de 300 escalas e 600 mil passageiros para 2030”, afirma Mubarak Al Muhairi, Director Geral da ADTA.
HH Sheikh Sultan Bin Tahnoon em tour pelo MSC Lirica

Sem comentários:

Enviar um comentário