23 novembro 2011

No mar também se contam anedotas

De escala em Iraklion, Creta (Grécia) o Navigator of the Seas chegou à hora de partida com menos 4 passageiras a bordo. A norma é partir e o passageiro entra a bordo no porto seguinte mas o bondoso comandante esperou ... e esperou, passadas duas horas (até rima) ... zarpou e nem sombra de passageiras. Já a navegar apareceu um rebocador a "todo vapor" e o "Navigator" abrandou. A paragem do navio era já dado adquirido e as pessoas assomaram-se aos decks para ver o que se passava. Com o aproximar do rebocador 4 silhuetas femininas ficaram definidas com os respectivos sacos de compras. A paródia seguiu-se, os "delicados" marinheiros gregos estavam convictos que iriam "empurrar" as senhoras para bordo mas o oficial de segurança da Royal Caribbean negou tal façanha, não pelo empurrão mas pela falta de colete salva-vidas. A situação foi cumprida, exceptuando-se o último embarque. O "castigo" foi quase um acto de pirataria, as senhoras cruzaram a ligação entre o rebocador e o Navigator sobre uma prancha seguida da tradicional escada de corda. As senhoras ganharam uma história para a vida e nós vamos rir um bocadinho observando o filme!!!
Vai umas comprinhas? Ok mas controle o relógio, se acaso ouvir algo assim é para se apressar:

2 comentários:

  1. Já vi uma só mulher paralisar um andaime de trolhas, 4 mulheres parar um navio é a primeira vez. Os rebocadores são elas ou o verdinho?
    João, Lisboa

    ResponderEliminar
  2. A idade dá cá uma calma, o mundo virado do avesso mas as senhoras sempre na sua pose.
    Boa disposição, obrigado Cruzeiros.
    Abraço de Rafael Gomes

    ResponderEliminar