08 dezembro 2011

Especial: Balmoral, Schiphol e Titanic. Mas como ligam?

24 minutos em muito boa companhia.
"Olha, o aeroporto está em ritmo de cruzeiro, bom ambiente, boa comida, shopping, diversão, casino, museu, massagens e espectáculos", Schiphol Amsterdam está como aperitivo para entrar a bordo. Confirmação de um caro leitor da nossa revista e do nosso blogue a caminho de um cruzeiro no Balmoral, que teve a gentileza de nos enviar uma mensagem desde Schiphol no passado dia 6.
Schiphol está apostado em convencer os passageiros que é o melhor por forma a divergir as rotas por tendência de mercado, por opção dos passageiros. Levará o seu tempo mas a fidelização move montanhas e remove interesses comerciais que condicionam as disponibilidades aéreas e suas rotas.

Reflexão: quando uns lutam pelo podium com entusiasmo e alegria, outros, em estado de desgraça, fazem greve em alturas cruciais para o seu país e para o seu turismo, condicionando pessoas que trabalham com regalias muito inferiores e que aguardam pelo momento de se juntar aos seus e gozar o seu merecido descanso.
Qual o significado de "companhia de bandeira"?
Dar trunfos aos outros? De infligir derrotas à economia do seu país e dos seus contribuintes? Fazer os seus nacionais preferirem outra companhia? Algo de muito errado se passa neste mundo, alguns quanto mais têm mais querem, os outros desesperam ... mas nunca se esqueçam que para estar no ar são necessários os passageiros "terrenos". Custa mais manter os prémios que ganhá-los.

E o Balmoral?
O navio da Fred Olsen Lines terá o seu momento na comunicação social em 2012 isto porque fará uma viagem comemorativa do 100º aniversário da tragédia do Titanic onde levará 1.309 passageiros pelo itinerário previsto para o Titanic e com saída no mesmo dia. Se alguns pensamentos lhe ocorrem depois do que acaba de ler duplicarão se for supersticioso, é que 1.309 passageiros é o exacto número de passageiros pagantes que iam a bordo do Titanic. E porquê a repetição das exactas vivências da viagem do Tintanic? O cruzeiro é organizado pela Memorial Titanic Cruise que realiza uma angariação de fundos para as suas causas. A agência encarregue das reservas é a Miles Morgan Travel que conta à partida com passageiros oriundos de 26 países e com 30 parentes de passageiros que iam a bordo do Titanic ... outro pormenor.
O Balmoral deixará Shouthampton a 8 de Abril de 2012 para 3 dias depois atracar no porto de Cobh na Irlanda, o último porto de há 100 anos. Outros 3 dias depois chegará à localização da tragédia do Titanic, onde pelas 11:40 horas terá início um memorial que se prolongará até às 02:20 do dia 15, hora exacta do afundamento.
O navio prosseguirá viagem completando o itinerário não efectuado pelo Titanic rumo a Halifax (Nova Escócia) onde visitará o cemitério das 121 vítimas. O destino final será Nova Iorque.
Durante a viagem, o Balmoral terá uma exposição com lotes de "memorabilia" do Titanic e a cozinha do navio respeitará os menus programados há 100 anos.
Está desfeito o enigma do nosso título, conheçamos o Balmoral:

O Balmoral parte hoje de Southampton num cruzeiro que passará pelo Funchal e por Lisboa. Esses neurónios já estão a pensar o porque da eleição deste cruzeiro pelo nosso leitor que se antecipou e entrou perto do fim do cruzeiro anterior no porto de Amsterdam:

O itinerário que hoje começa no cruzeiro do Balmoral ... desde Southampton:
  • Dia 8: Southampton
  • Dias 9, 10 e 11: navegação
  • Dia 12: Funchal
  • Dia 13: Santa Cruz de La Palma
  • Dia 14: Santa Cruz de Tenerife
  • Dia 15: San Sebastian de la Gomera
  • Dia 16: Las Palmas de Gran Canaria
  • Dia 17: navegação
  • Dia 18: Lisboa
  • Dias 19 e 20: navegação
  • Dia 21: Southampton
Adoramos a recepção dos Vossos testemunhos de viagem, enviem sempre, gostamos todos de encostar a TV e passar bons momentos no nosso blogue! Bons cruzeiros!

2 comentários:

  1. Meus amigos,
    quero deixar nesta oportunidade uma palavra de elogio ao vosso trabalho. Este blogue está imparável, imprevisível, tem alegria e opinião acertada como nesta publicação. Com uma publicação disseram para quem não entendeu que ou o nosso país zela pelo que é seu ou os seus nacionais fogem para onde são bem tratados. Sou um caso mas continuo a estimar Portugal. Gostava muito de ver o meu país com a energia destes vídeos. Não são só filmes com publicidade, vivo em Utrecht na Holanda. Venho a este blogue porque tem alegria vinda do meu país, quando posso vejo todas as publicações.
    Portugal deve fomentar a ordem e o prazer de trabalhar porque assim o progresso virá naturalmente.
    Não percam o prazer de trabalhar.
    Roque Araújo

    ResponderEliminar
  2. Caro Sr. Roque Araújo,
    ... ficamos algo desconfortavelmente agradecidos, temos tido sorte na receptividade ao nosso blogue e têm surgido elogios que é algo raro nos dias de hoje. Pela repetição julgamos serem sinceros e não um pro-forma e levamos o blogue muito a sério, é uma extensão da revista.
    As vezes é preciso dizer muito mais nas entrelinhas e estamos de acordo com a sua opinião. Temos que encontrar uma forma de contágio para o nosso pensamento comum.
    Agradecemos a sua partilha de opinião. Venha sempre ... bom Natal da equipa da Cruzeiros.

    ResponderEliminar