24 dezembro 2011

Reveillons: Funchal 8 (15.878) - Copacabana 7 (17.452)


Não havendo desistências ou algum desvio de rota de última hora para assistir aos respectivos espectáculos pirotécnicos, Funchal e Copacabana voltam este ano a disputar o trono da capital mundial de cruzeiros para a passagem de ano. Os dois mais privilegiados destinos para acolher navios de cruzeiro na passagem de ano, pela beleza das festividades, andam empatados. Se contabilizarmos navios, o Funchal assumiria como rei o trono mas, se formos a contar o número de passageiros pela capacidade máxima dos navios, teremos Copacabana como vencedora com 17.452 passageiros contra 15.878 do Funchal: 
Funchal com 8 navios:
Copacabana com 7 navios:

6 comentários:

  1. Antes de mais boa noite à equipa Cruzeiros.
    Apesar da postagem ter sido feita antes da confirmação, era só mesmo para actualizar. :)

    Aparentemente, agora 9 navios fundearão/atracarão no Funchal, o Saga Ruby irá passar pelo Funchal no dia 31, para assistir ao fogo de artifício, tal como a SAGA confirmou esta manhã.

    Os melhores cumprimentos
    Mário Camacho, Funchal

    ResponderEliminar
  2. Agradecidos pela sua atenção.
    Vimos alguma confusão em alguns artigos com o Princess Danae a contar duas vezes, diziam 9.
    O Saga Ruby a confirmar-se daremos o justo destaque mas não admira, a SAGA é desde sempre amiga do fim do ano da Madeira. O resultado prático com Copacabana fica na mesma pois juntando-se o Saga Ruby não tem passageiros suficientes para ultrapassar os 17.452.
    Agradecidos uma vez mais.
    Abraço da Cruzeiros.

    ResponderEliminar
  3. O que interessa é o número de navios, e há ainda a considerar no Funchal o cruzeiro local do LOBO MARINHO, não se esqueçam. Nada se compara ao Funchal na noite de fim de ano.
    Nas praias tropicais é diferente...

    ResponderEliminar
  4. Caro Luís Miguel,
    obrigado pela comentário, sabe-mo-lo mas não queremos parecer mais papistas que o sumo pontífice :o)
    Também há o caso do Saga Ruby que parece que vai pairar por cá no seu itinerário das Canárias até Inglaterra.
    Todos os navios a buzinar no grande estrondo final dos petardos do fogo de artifício enclausurados no anfiteatro diz muito, mas também tem a côr ... só vendo!
    Abraço da equipa da Cruzeiros, saúde, surpreenda-nos com novas e excelentes publicações.

    ResponderEliminar
  5. Olá Boa noite,
    Muito contente com a notícia sobre o porto da Madeira! Podem informar-me se estes navios atracam ou ficam ao largo a assistir ao fogo de artifício? E, qual a capacidade de navios do porto da Madeira?
    Muito Obrigada e Bom Ano!
    Isabel Teles

    ResponderEliminar
  6. Olá cara Isabel Teles, agradecidos pela sua visita ao nosso blogue.
    Ui ... duas grandes perguntas :o)
    A capacidade do porto do Funchal depende naturalmente do tamanho dos navios.
    O molhe da Pontinha poderá levar O MSC Fantasia (138.000 Ton., 333.30mt), o Queen Elizabeth (90.000 Ton., 294mt) e um outro navio bem mais pequeno se o ferry Lobo Marinho dispensar o seu local. Noutra configuração com navios pequenos poderia levar uns 4 bem arrumados. No cais norte ficará um Aida por exemplo (71.000 Ton, 251mt). No entanto existe fair-play, os navios que chegam cedo e ganham posição no porto durante o dia trocam com outro que fique ao largo e que chegue mais tarde. Os navios ficam por horas suficientes a permitir o desembarque dos passageiros, realizar uma visita à cidade que fica a 15 minutos a pé ou então um tour em autocarro. Outros navios fundeiam e realizam os transfers até terra com as suas baleeiras. Outros navios, como o caso neste ano do Saga Ruby não estão programados, simplesmente o poder de atracção do espectáculo é grande fazendo o navio sair da sua rota assistir ao espectáculo pirotécnico retomando em seguida o seu itinerário. Por norma e a partir das 22h os navios que partem após o espectáculo posicionam-se na baía ficando atracados os que pernoitam. Às 00:00 todos eles buzinam em contínuo, poderá imaginar o efeito junto com os petardos finais do espectáculo e as montanhas em anfiteatro a ecoar.

    Tenha uma boa passagem de ano e um 2012 que a consiga surpreender.
    A equipa da revista manda-lhe um beijinho, volte sempre!

    ResponderEliminar