17 janeiro 2012

Findo o dia de resgates: 11 baixas

As buscas no dia de hoje, a bordo do semi-naufragado Concordia, quase duplicou o número de baixas resultantes do acidente que se cifram agora em 11.
Não estão todavia identificados os corpos, mantendo-se portanto os números avançados esta manhã onde as autoridades italianas informaram que haviam 29 desaparecidos: 14 alemães, seis italianos, quatro franceses, dois americanos, um peruano, um húngaro e um indiano. Os números, porém, estão confusos, pois o ministro de Relações Exteriores em Berlim afirmou que 12 alemães estão desaparecidos e não 14.
Dos cinco corpos hoje encontrados, quatro eram do sexo masculino e um do sexo feminino, tinham coletes salva-vidas vestidos e estavam localizados na popa do navio, perto de uma saída de emergência. O comandante da guarda costeira italiana, Cosimo Nicastro, indicou que os corpos são provavelmente de passageiros.
No dia de hoje, o capitão do Costa Concordia, Francesco Schettino, foi ouvido por juízes e corre o risco de ser acusado de homicídio culposo múltiplo pelo naufrágio e abandono do navio, crimes que o podem levar a ser condenado a até 15 anos de prisão. O comandante contínua a negar as acusações de que é alvo. Mas ...

2 comentários:

  1. Este Capitão tem perfil de mafioso e boémio, não inspira confiança na qualidade de Comandante do navio.
    É incrível no bom sentido o raspanete do Comandante do Porto de Livorno, perante a passividade do Capitão do navio.

    ResponderEliminar
  2. Parece que a crise das lideranças contínua a alastrar. Será que todos são cábulas e mal formados disfarçados? Mais um, é incrível. Esta é uma das poucas industrias de excelência na face da terra, quem fez pelo menos um cruzeiro sabe, mas basta um "destes" para colocar a nódoa em todos e lançar uma grande dúvida. A Costa não merecia, os cruzeiros não mereciam ... que a justiça se encarregue dele, ainda por cima mentiroso compulsivo.
    Força Costa Crociérie! A Costa é uma grande companhia e com muita história no seio das famílias portuguesas que optaram pela emigração no passado. Solidários com as famílias enlutadas. Haveremos de ver os amigos do comandante a passar ao largo das "grades" para cumprimentar.
    Palavras de Carlos Onrnelas.

    ResponderEliminar