18 janeiro 2012

Gregorio de Falco: "Abandonar é mais do que desertar, é trair o código marítimo"

SSUUBBAA   A   B_O_R_D_O !!!
As palavras iradas de quem não podia estar em dois lugares ao mesmo tempo mas sobretudo se substituir às responsabilidades de outro. 
Para muitos está presente a indignação e a fúria do capitão do Porto de Livorno quando foram tornadas públicas as conversas entre este e o capitão do Concordia. Foi a chave do esclarecimento, apesar das suspeitas. Para muitas pessoas foi o encarnar do estado de alma de quem ouviu a comunicação, seu nome é Gregorio de Falco.
O diálogo entre o capitão, de 52 anos, que fugia do acidente por volta das 23h30 local num bote salva-vidas e o capitão do Porto de de Livorno, de 46 anos, que, insistente e veementemente, ordenava o seu retorno ao navio para socorrer milhares de homens, mulheres e crianças ocorreu à 1:46.
Gregorio de Falco, que seguidamente aparece no filme sem barba, é natural de Nápoles e é formado em direito. É chefe da secção operacional do Porto de Livorno.
Gregorio de Falco, completamente absorvido nas acções de resgate ao Concordia, não se apercebeu da dimensão que as suas palavras tomaram quando se tornaram públicas, mas logo quis tentar manter a sua privacidade e anonimato. Confessa que chorou de raiva depois de se aperceber que o comandante do Concordia mentiu durante a comunicação e que a bordo estavam pessoas presas, portadoras de deficiência física, mulheres, crianças e homens. Um acto desumano. Relatou que os seus companheiros de serviço é que foram heróis. O primeiro a se aperceber foi Alessandro Tosi que às 22:07 observou que o navio ia a 6 nós com uma inversão de rota.

"Abandonar é mais do que desertar, é trair o código marítimo"


Frases a registar:
"Para nós é a ofensa mais dura porque há tantos marinheiros que são como De Falco dos quais ninguém fala, tantos marinheiros valentes que não se comportam como o comandante Schettino e não merecem esse rótulo", disse Raffaella, esposa do comandante "herói" ao jornal "Corriere della Sera".



"De Falco for president", dizem frases postadas no Twitter, "Santo Subito", "Eu o quero como presidente do Conselho", "Vá à minha casa, a porta para o senhor estará sempre aberta" são algumas das mensagens que circulam pela internet sobre o novo herói, que jamais pisou o Concordia.

Há momentos numa nação em que precisamos de heróis. que dizem e agem com verdade.

3 comentários:

  1. Este senhor tem aparência digna de capitão, o outro parece um playboy.

    ResponderEliminar
  2. No comments :o)
    Obg pela participação.
    Cruzeiros

    ResponderEliminar
  3. Realmente este senhor è digno.Espero que as companhias de cruzeiros,contratem pessoas de carater e responsabilidade como este capitão,pois em minha casa gostamos de fazer cruzeiros ,eu sou apaixonada por navios.Gosto de ler tudo sobre eles,gostaria de saber se consigo comprar esta revista em Bancas de Jornais.Sou fã de todos voces que escrevem sobre Navios.Abraços Eliana Frandsen.

    ResponderEliminar