11 janeiro 2012

Oriana em Leixões

Construído em 1995, o Oriana da P&O foi lançado à água a 30 de junho de 1994 nos estaleiros navais de Meyer Werft, Papenburg - Alemanha. O seu baptismo realizou-se a 6 de Abril de 1995 tendo a Rainha Isabel II sido a madrinha. 3 dias depois deu início à sua viagem inaugural. Inovador na sua época, o navio tem 260mt e 10 decks acessíveis aos passageiros. Tem uma capacidade habitual de 1822 passageiros podendo chegar aos 1928 para uma tripulação de 794 elementos.
Um dos principais desenhadores do Oriana foi Robert Tillberg que viajou por algum tempo a bordo do SS Camberra investigando as necessidades e preferências dos clientes maioritariamente ingleses, tentando migrar algumas características populares no Camberra. Se olhar para a chaminé do Oriana observará que existe a preocupação de parecer que são duas, tal como o Camberra.
As fotos superiores, da autoria de Fernando Paiva Leal, documentam a recente visita a 7 de Janeiro do Oriana ao porto de Leixões. Podemos observar a segunda alteração da popa desde a sua saída de Papenburg em 1996. A primeira foi a da mudança do seu registo de Londres para Hamilton, a segunda consiste no encaixe em novembro passado da "popa de pato" que confere mais estabilidade e conforto aos passageiros. Nas fotos inferiores, da autoria de Luís Miguel Correia, podemos observar esses trabalhos no estaleiro.
Quando o Oriana entrou em serviço foi dos maiores navios de cruzeiro do mundo, atraindo spotters aos portos para a grande novidade. Na altura, foi também o maior navio construído na Alemanha desde 1914. Em 2006, o Oriana recebeu uma intervenção de fundo, para a sua renovação em Bremerhaven - Alemanha, no valor de 12 milhões de Libras. Foi nesta ocasião que foi alterado o seu registo da Grã-Bretanha para as Bermudas. O Oriana nesta oportunidade recebeu a influência de um outro navio, o Arcadia. Com o sucesso do seu restaurante "Arcadian Rhodes", desenhado pelo Chef Gary Rhodes, a companhia achou por bem introduzir o conceito no Oriana. Saliente-se ainda a ampliação do Lords Tavern e da nova decoração com base no críquete. Todas as cabines foram na altura remodelas por completo, introduzindo novas cores, mobílias, cortinas, tapetes, lençóis, endredons, etc.
Nesta nova e profunda remodelação, durante cerca de um mês em novembro passado, a P&O preparou o seu navio para o uso exclusivo por adultos. O navio viu a adição de mais 27 novos camarotes e de um restaurante, o "Ocean Grill" da responsabilidade de Marco Pierre White. Observemos as novidades:


Recordam-se do SS Oriana?

2 comentários:

  1. Belo e vivaço blogue, parabéns.
    Amilcar, Setúbal

    ResponderEliminar
  2. Olá Amílcar, obrigado por ter vindo ao nosso blogue. É nossa aposta sermos sempre interessantes. Volte sempre e divulgue por favor.
    Aquele abraço da equipa da cruzeiros

    ResponderEliminar