24 fevereiro 2012

Castaway Cay: onde o pequeno passageiro faz birra para ficar em terra

Só conhecemos uma forma de um passageiro informar ao comandante de um navio de cruzeiro que não deseja navegar e prosseguir viagem. É quando chega ao fim de um dia nas ilhas privadas das companhias. Observemos por exemplo Castaway da Disney Cruise Lines:


Castaway Cay é uma ilha privada propriedade da Disney Cruise Line e onde só os navios Disney Wonder, Magic, Dream e o novíssimo Fantasy poderão fazer escala. É uma ilha das Bahamas próxima de Great Abaco Island. Castaway Cay constava anteriormente nos mapas como Gorda Cay. Com infraestruturas destinadas a um dia de plena diversão, Castaway Cay detém no seu leque de serviços um posto de correios onde poderá enviar um postal com selos e carimbos alusivos à ilha, uma boa maneira de pôr os seus amigos roxos de inveja.
Ainda como Gorda Cay, a ilha era usada por traficantes de droga que inclusivamente construíram uma pista para a aterragem de pequenos aviões que de momento está abandonada. Em boa hora um investimento traduziu-se em eliminar uma facilidade para o crime.
A ilha serviu como palco para parte das filmagens de "Splash" (Link) com Tom Hanks, um filme de 1984.
Após a aquisição da ilha, a Disney levou 18 meses a torná-la atractiva com a fantasia própria do seu universo. Dos trabalhos constaram a dragagem de uma zona para permitir o acostamento dos navios e a construção do respectivo cais. A zona da ilha utilizada pela Disney Cruise Line representa uma vigésima parte do total da mesma, o que leva a acreditar que no futuro terá potencial para se tornar, de forma equilibrada, um parque maior mas dimensionado para o número de passageiros dos navios Disney, únicos privilegiados em poder acedê-la.
A ilha foi intervencionada na perspectiva de parecer uma comunidade que deu à costa após um naufrágio pirata, o  "Flying Dutchman" do filme "Piratas das Caraíbas". Possui construções que parecem improvisadas com elementos próprios da ilha. Na sua permanência na ilha poderá usar tal como abordo o seu cartão personalizado, aquele que funciona também como chave, para efectuar os pagamentos de eventuais despesas. Estas despesas dizem respeito a extras como pára-pente, aluguer de bicicletas normais e de água. motos de água, material de mergulho, etc. A alimentação na ilha funciona como a bordo do navio e faz parte do pacote do seu cruzeiro. A ilha tem de momento 3 praias destinadas a segmentos diferentes e junto a eles existem serviços adequados. Existe uma praia para adultos, a Serenity Bay, outra para crianças e adolescentes e uma terceira configurada para famílias. Apesar desta preocupação da Disney em dar o justo conforto aos seus passageiros, os acessos às praias são livres mas uma sugestão que deve respeitar.
Em Castaway Cay as tripulações não foram esquecidas, existem instalações exclusivas para eles com praias e zonas de lazer. A gestão das tripulações consiste num quadro permanente que reside na ilha, cerca de 70 elementos (guardas, guias, pessoal da manutenção, etc) e que são completadas por uma parte das tripulações de bordo de cada navio em cada escala. Estes elementos tratam sobretudo dos serviços contíguos do navio como por exemplo a alimentação. Os fornecimentos à ilha são feitos pelos navios de cruzeiro em cada escala, a água é dessalinizada.
Existe uma ideia base que nos permite dizer que em cruzeiros de 7 dias a visita a Castaway Cay coincide com as sexta-feiras, os de 4 dias coincide com as terças-feiras e os de 3 dias aos sábados.
Provavelmente cantará:
never again I'll go sailin'
no more sailin' 
so long sailin'
bye bye sailin'...
move on out captain

Então ... sempre fica em Castaway Cay? Cá vão umas imagens adicionais dos serviços :o)

Sem comentários:

Enviar um comentário