24 fevereiro 2012

Entrevista a Michael Crye (CLIA)

Apesar da natural dificuldade em alguns dos nossos visitantes em seguir a entrevista pelo obstáculo da língua, entendemos ser suficientemente importante, reproduzir a entrevista dada por Michael Crye, vice-presidente da CLIA (Cruise Lines International Association) LINK, a maior associação de cruzeiros do mundo sediada em Londres e responsável pelo desenvolvimento e execução de regulamentos até ao nível internacional em nome do conjunto das companhias que operam nesta indústria de turismo para além de representar os passageiros no âmbito da International Maritime Organization LINK.
O entrevistado, ex-comandante da guarda costeira americana, responde às preocupações que o Costa Concordia trouxeram relativamente a questões de segurança.
A entrevista que decorre em clima informativo, mostra os caminhos apontados para a indústria dos cruzeiros e explica o porquê dos novos navios, apesar de maiores, serem mais seguros com a evolução tecnológica. Abordam a a progressão electrónica nas pontes de comando e o aumento do tamanho das baleeiras para uma evacuação mais rápida dos passageiros, não só em caso de emergência mas também no aumento da eficiência do desembarque dos passageiros quando os navios fundeiam no destino. As perguntas finais que ficam são:
- Os cruzeiros mais antigos terão que reformular os seus sistemas na ponte de comando?
- Terão esses navios que equipar-se com baleeiras maiores?
Observemos a entrevista que é conduzida por John Konrad da CBC Canadá no programa "The Fifth Estate":

O programa "The Fifth Estate" está há 3 décadas no ar. A sua longevidade deve-se à pertinência e informação interessante que desenvolvem de forma minuciosa e com muita investigação.

Sem comentários:

Enviar um comentário