05 março 2012

CARNIVAL DESTINY na Europa em 2013

Para além da companhia ter anunciado que iria posicionar o CARNIVAL LEGEND na Europa em 2013, a Carnival Cruise Lines, maior empresa do sector dos cruzeiros a nível mundial, vai também posicionar o CARNIVAL DESTINY nesse mesmo ano.
Apesar de ter sido construído na Europa, nos estaleiros de Fincantieri em Génova, Itália, o CARNIVAL DESTINY até à data nunca operou no velho continente.
Presume-se pelo itinerário da viagem posicional em 2013, que o navio vá a operar no Mediterrâneo, colocando-se também a hipótese de, ainda nesse período, realizar alguns cruzeiros no Norte da Europa, muito à semelhança do programa previsto para o CARNIVAL LEGEND.
Viagem transatlântica a realizar pelo CARNIVAL DESTINY em 2013. 9 dias de alto mar separam a viagem entre os dois continentes.
O CARNIVAL DESTINY, na altura que iniciou actividade pelos seus proprietários americanos, em 1996, era o primeiro navio de cruzeiros a exceder as 100,000 GT de arqueação bruta e também o primeiro a superar em dimensão o QUEEN ELIZABETH de 1940 (83,679 GT), na época o maior paquete alguma vez construído. Manteve o estatuto inclusive após ter-se perdido por incêndio em 1972 no porto de Hong Kong enquanto decorriam os trabalhos de reconversão, onde o navio deveria operar servindo de universidade flutuante.
O primeiro QUEEN ELIZABETH foi o maior navios de passageiros durante 56 anos.
Foi pioneiro o CARNIVAL DESTINY de um novo conceito, o das "cidades flutuantes", onde os navios de passageiros surgiam como autênticos resorts dos mares, apresentando de um tudo um pouco do que é possível fazer em terra.
CARNIVAL DESTINY no porto de Miami. Foto: Nuno Jesus
Um estilo que evoluiu depois com os navios da Princess, da classe "Grand" e levado ainda mais ao limite com o novo projecto "Eagle" da Royal Caribbean, mais tarde conhecido como a classe "Voyager" que teve como primeiro navio o VOYAGER OF THE SEAS de 1999.

Sem comentários:

Enviar um comentário