20 maio 2012

MSC Divina e o início de vida em St. Nazaire

O MSC Divina foi construido nos estaleiros STX-Europe, de França, que sucederam os antigos Chantiers de L´Atlantique, em Saint Nazaire, onde nasceram transatlânticos tão famosos como o Normandie e o France, da French Line. Destas antigas carreiras de construção sairam também modernos paquetes, como escrevemos já noutros artigos, tal como o Sovereign of the Seas, ou mais tarde o Splendour of the Seas, da Royal Caribbean, ou ainda os navios da classe Celebrity Millennium, da Celebrity, além da maioria da frota da MSC. Há datas e cerimónias que marcam a vida de um navio e de um armador. A primeira é a do assentamento da quilha, ou, de há uns anos, a do assentamento do primeiro bloco de construção. Após a montagem de um vasto e complexo conjunto de blocos pré-fabricados, o primeiro contacto com a água é outra das datas mais marcantes. Um momento de festa... a que se segue a fase de aprestamento e as provas de mar. A entrega do navio pelo estaleiro ao armador é também outro momento marcante, que antecede a cerimónia oficial de inauguração com o tradicional baptismo pela madrinha a convite da companhia proprietária do navio. As madrinhas dos navios, que dão fama às maiores construções físicas do homem dotadas de movimento são tema de um dos artigos da revista Cruzeiros nº6.

1 comentário:

  1. Aqui solo queda practicamente 1 2 cruceros para terminar la temporada ya dio cominzo de las obras de ampliacion del muelle de cruceros

    ResponderEliminar