31 julho 2012

Descendo e apreciando a bela Veneza

Amanhecemos na companhia do Grand Celebration, que passou também a noite em porto, do Zenith e do navio de cruzeiros à vela Royal Clipper, curiosamente, o navio que faz capa da presente edição da revista Cruzeiros, com um artigo dedicado ao glamour deste tipo de turismo de cruzeiros.
Bem cedo, deixamos o navio para novo périplo pelos labirintos de Veneza, uma cidade onde vale sempre a pena voltar. O Nieuw Amsterdam largou do cais pelas 14 horas, após o exercício de segurança. Rapidamente deu dimensão ao grande canal, que desceu lentamente, admirado por milhares de turistas e de locais que já se habituaram a ver estes grandes paquetes. Por bombordo, na nossa margem esquerda, passamos frente à Praça de S. Marcos, no momento alto da saída de Veneza, em direcção ao Adriático, onde entrou passavam poucos minutos das 15horas, agora rumo a Dubrovnik, Croácia.

A segunda noite a bordo é de festa. É o jantar do comandante, tradição de boas vindas nos navios de cruzeiro. Antes, o cocktail da revista Cruzeiros, que junta nesta viagem cerca de 40 portugueses.


30 julho 2012

Embarque no Nieuw Amsterdam



Subiu o canal, passou frente à Praça de S. Marcos, e atracou ao cais, concluindo mais uma viagem e iniciando agora outro cruzeiro. No terminal, o grupo da revista juntou-se, os que viajaram dois dias antes e os que haviam acabado de aterrar no aeroporto Marco Polo.

Feito o check-in, hora de embarcar no Nieuw Amsterdam, o nosso hotel nos próximos 12 dias. Conhecer o camarote, almoçar no bufete e rápido regresso a terra para voltar a olhar e a sentir a bela Veneza.

Cidade única pela singularidade dos seus canais,  das suas fachadas.Embarcamos no vaporetto (autocarro marítimo que percorre os canais) e fizemos rumo ao coração desta cidade símbolo do romantismo, a Praça de S. Marcos,  onde está a torre mais alta de Veneza, Campanille (campanário), outrora vigia e guia de orientação das embarcações que demandavam a cidade.. A torre mais alta de Campanille (campanário).Na mesma praça, o palácio dos Doges, antiga sede do governo, ligada à famosa ponte dos suspiros, assim conhecida, já que os prisioneiros que eram levados do palácio para a prisão, viam a liberdade pela última vez através de uma pequena janela, suspirando de tristeza.

 Antes do regresso a bordo, tempo para atravessar a famosa ponte do Rialto, uma das três que atravessam o grande canal, a que se juntam a Ponte Degli Scalzi, e a Ponte de l'Accademia.De resto a imagem que se guarda de Veneza: os ocres das suas fachadas, palácios medievais, pontes que atravessam canais por onde deslizam as populares gôndolas que ajudam a transformar esta cidade num lugar num sonho.

Hoje, fazem-nos companhia, os navios Celebrity Silhouette, Costa fascinosa, Grand Celebration e Thomson Majesty. Mas todos deixaram Veneza, excepto o Nieuw Amsterdam que pernoita em Veneza antes de fazer-se ao mar Adriático.

29 julho 2012

Um mar de navios em Veneza

A revista Cruzeiros já está em Veneza. Pelo terminal portuário e pelo grande canal já registou nas suas lentes alguns momentos que dão vida também a esta cidade única.

Este domingo, passaram por Veneza os paquetes Carnival Breeze, Ruby Princess (chegou sábado), Zenith, Costa Favolosa e MSC Musica.
Ontem, sábado, o dia foi também de intenso movimento marítimo com as escalas dos navios Aurora, MSC Divina, Norwegian Jade, Ruby Princess e Splendour of the Seas. Amanhã, é esperado o Nieuw Amsterdam, o navio escolhido para a segunda viagem da revista Cruzeiros. Diariamente vamos fazer uma crónica de viagem. Acompanhe-nos!

Documentário The Liners: Endless Voyage


Terminamos a série "The Liners" com 4 episódios com a apresentação do último episódio intitulado "Endless Voyage". Aborda uma nova era de cruzeiros a partir de 1959 até aos nossos dias ... daquela altura: 1998.
Dessa data em diante temos os assuntos mais presentes mas coincidem com um novo salto qualitativo dos cruzeiros. As tecnologias recebem actualizações importantes, as dimensões dos navios tendem a aumentar, o luxo aumenta como forma de diferenciação e atracção de clientes. Os serviços a bordo aumentam e preço cai e democratiza-se a possibilidade de subir a bordo e fazer um cruzeiro. Um cruzeiro é hoje uma competitiva forma de férias e não um prémio de vida. Vamos ao último episódio:


The Liners
(Endless Voyage)

Parte #1 de 4



Parte #2 de 4


Parte #3 de 4


Parte #4 de 4

28 julho 2012

Cruzeiros 7, à venda nas bancas


São temas de capa da Cruzeiros nº 7, os navios de cruzeiro à vela, as propostas de embarque em Lisboa e Funchal para a sua viagem de mar no verão e na época Outono/Inverno, os interiores dos novos paquetes de turismo que entraram ao serviço este ano, o maior porto de cruzeiros da Europa - Barcelona, e um completo artigo sobre a história de 175 anos da P&O Cruises. Uma revista a não perder, com custo de capa de 3,5 euros. Se não encontrar a revista enviamos direcatemente para si pelo mesmo valor (Portugal).

Documentário The Liners: The Great Duel


Chegamos ao episódio que atravessa os anos dos grandes paquetes e da Segunda Grande Guerra, o episódio "The Great Duel" narra os anos entre 1935 a 1958. Se viram os episódios anteriores com certeza apaixonaram-se pela série que amanhã termina, justo antes de colocarmos o pé a bordo do ms Nieuw Amsterdam onde poderemos ver peças dos 3 navios que o antecederam com o mesmo nome, um novo encontro com a história. Desfrutem do terceiro e penúltimo episódio, marcamos encontro para amanhã para o derradeiro episódio intitulado "Endless Voyage".

The Liners
(The Great Duel)

Parte #1 de 4


Parte #2 de 4


Parte #3 de 4


Parte #4 de 4

27 julho 2012

Documentário The Liners: Ships of War

Dando sequência ao primeiro episódio intitulado "Maiden Voyage" e que compreendia o período entre 1833 e 1915 da história dos navios de transporte de passageiros ou mistos, hoje damos mais um passo cronológico com o episódio "Ships of War" que vai analisar a temática no período entre 1915 e 1934. Desfrutem:

The Liners
(Ships of War)

Parte #1 de 4


Parte #2 de 4


Parte #3 de 4


Parte #4 de 4

26 julho 2012

Documentário "The Liners": Maiden Voyage

A "Channel 4" britânica produziu 4 episódios dedicados à origem, aos desafios e aos momentos de ouro do transporte de passageiros e a sua entrada no mundo dos cruzeiros. Este é o primeiro episódio que compreende o período entre 1833 e 1915.


Numa altura em que sentimos a especial emoção de estar prestes a entrar num emblemático navio, na viagem anual da revista, repleto de história e que se liga aos seus 3 antecessores, este episódio faz-nos pensar o que nos antecedeu. Como chegamos ao ponto de fazer cruzeiros a valores nunca antes vistos e numa área tida para "abastados" da sociedade ou último recurso para os que não tinham oportunidades de vencer na vida?
Sugerimos o seu visionamento, agora ou quando tiver algum tempo no fim de semana.


The Liners
(Maiden Voyage)

Parte #1 de 4


Parte #2 de 4


Parte #3 de 4


Parte #4 de 4

25 julho 2012

Linha da Frente: Deck 4


Disponibilizamos aos nossos leitores o programa da autoria da RTP-1 "Linha da Frente", a bordo do MSC Splendida, uma oportunidade adicional para poder ver o programa cuja emissão ocorreu a 12 de Julho após o telejornal.

Dwie Kundala é camareira num cruzeiro. Trabalha sempre com um sorriso para realizar um sonho: “garantir o futuro do filho”, Narayana de 5 anos que ficou na Indonésia.
António Costa sente-se o “maior felizardo”. Viaja com a mulher e 2 casais amigos, todos emigrantes em França. 
Francesco e Elisa casaram a bordo numa cerimónia atribulada.

Uma equipa de reportagem do Linha da Frente embarcou no MSC Splendida, um cruzeiro com capacidade para 4300 passageiros e 1300 tripulantes. Dois mundos diferentes numa mesma viagem pelo mediterrâneo.
Apesar da crise, o número de passageiros nos Cruzeiros tem aumentado de ano para ano. Os navios são cada vez maiores e mais luxuosos mas os preços têm baixado tornando estas viagens mais acessíveis.

Estima-se que a indústria de cruzeiros movimente 27 mil milhões de euros por ano. 
Uma reportagem de Rita Ramos com imagem de Pedro Mateus, coordenação de Mafalda Gameiro e Edição de Samuel Freire.

22 julho 2012

Costa aumenta vendas de cruzeiros

A Costa Crociere prossegue a recuperação de vendas após o acidente do Costa Concordia. Em Junho, a empresa do grupo Carnival registou o maior número de reservas, o que representou mais 32 por cento do que as reservas efectuadas em Junho de 2011. A empresa informou ainda que o16 de Julho foi o melhor dias de vendas de todo o ano.

Cozinheiro-chefe do Nieuw Amsterdam


Outra das curiosidades quando vamos de cruzeiro na Holland America Line é saber quem é o Chef Executive. É Simon Tanner o chefe de cozinha do Nieuw Amsterdam na viagem com partida de Vebeza a 30 de Julho.
Um dos pilares do sucesso da HAL é a sua afamada cozinha que se renova e inova ano após ano com mais de 65 grandes chefs de cozinha, organizados pelo Culinary Council composto por 5 elementos líderados por Rudi Sodamin.
Esta atitude é apreciada pelos hóspedes e certificada pelos prémios recebidos, pode ainda ser contemplada in loco em cada cruzeiro no Culinary Arts Center, local ideal para conviver com os grandes chefs, conhecer receitas e executá-las. Mais no blogue Holland America Portugal

20 julho 2012

Comandante da viagem da revista Cruzeiros

O cruzeiro no ms Nieuw Amsterdam, promovido pela revista Cruzeiros para a sua viagem anual, terá a honra de ter o Master Edward G. van Zaane como comandante no itinerário de 12 dias intitulado de Romance no Mediterrâneo.
É um exagero dizer que Van Zaane tem tanta história quanto a HAL mas se abordarmos ao nível dos comandantes já podemos discutir o assunto, se não ... vejamos. Com aspecto jovial e em postura de comandante tradicional, Van Zaane navega com a HAL há 31 anos. Durante esse tempo prestou serviço em navios emblemáticos: o histórico Rotterdam V, o Nieuw Amsterdam antecedente (III) e neste momento o ms Nieuw Amsterdam. O Master do ms Nieuw Amsterdam nasceu em Haia, Holanda, e começou a sua carreira no mar em 1977 a bordo de grandes navios de carga. Em seguida esteve num navio de pesquisa em alto-mar antes de se graduar com distinção na Academia Marítima de Den Helder, Holanda. Van Zaane entrou para a Holland America Line em 1981 como quarto oficial do Statendam IV. Foi subindo na carreira sempre na HAL e a bordo de vários navios até que foi promovido a capitão do Rotterdam V em 1994. Desde então van Zaane participou em muitos dos longos cruzeiros da HAL, os grandes itinerários pela Ásia ou na World Voyage de 105 dias, marcantes cruzeiros para hóspedes e tripulação. Post editado em: Holland America Portugal

16 julho 2012

Compagnie du Ponant vendida a interesses ingleses


A única companhia de cruzeiros francesa vai ser transferida do grupo CMA CGM, o terceiro maior de porta-contentores do mundo, para o grupo Bridgepoint Capital Ltd , que comprou a Compagnie du Ponant.
Com negócios em França e Reino Unido , em várias áreas, introduz-se agora no mercado de cruzeiros com a aquisição desta companhia de segmento superior, que opera navios como o Le Ponant, Le Boréal e L’Austral, a que se juntará em 2013 o Le Soléal, em construção nos estaleiros Fincantieri.
Fundada em 1988, a Compagnie du Ponant foi comprada pela CMA CGM em 2004. Em Outubro do ano passado, a CGM transferiu 50% da holding na Compagnie du Ponant para a Merit Corporation, com base em Beirute, e que detem 80% da CMA CGM.


.

12 julho 2012

Viking Ocean Cruises e Fincantieri assinam contrato para 2 navios

A Viking Ocean Cruises e a Fincantieri, assinaram esta quinta-feira o contrato de construção de dois navios de 47 mil toneladas de arqueação bruta e capacidade para 944 passageiros.
Os dois navios de luxo têm entrega prevista para 2015 e 2016. Líder mundial no mercado de cruzeiros de rio, com a Viking River Cruises, a empresa inicialmente assinou com a STX Europe, de França, tendo depois cancelado o pré-contrato.

Cruzeiros esta noite na RTP1, às 21horas

O programa "Linha da Frente" , da RTP, dedica a edição desta noite aos cruzeiros. A equipa de reportagem embarcou no MSC Splendida, da MSC, e mostra dois "mundos" numa viagem. A dos passageiros e a dos tripulantes.
 

11 julho 2012

Saga Ruby despede-se em Janeiro 2014

O navio de cruzeiros Saga Ruby faz o último cruzeiro para a Saga em Dezembro de 2013, num cruzeiro de Natal que marcará a despedida do ex-Vistafjord, de 1973. Uma viagem de 31 noites às Caraíbas, com partida de Southampton a 7 de Dezembro e que inclui escalas na Praia da Vitória, Açores a 11 de Dezembro e visita à Madeira, onde vai assistir à passagem de ano 2013/14. Depois, larga  a 1 de janeiro de 2014 para Lisboa, concluindo a derradeira viagem a 7 de Janeiro. A Saga anunciou ainda que o navio será substituido pelo actual Quest of Adventurer, que voltará a chamar-se Saga Pearl II.

09 julho 2012

Novo Europa lançado ao mar

O Europa 2, da Hapag Lloyd, deixou a doca dos estaleiros STX France, em Saint Nazaire, 4 meses depois de ter sido assente o primeiro bloco de construção. A doca foi alagada e o novo paquete flutuou pela primeira vez. O Europa 2 vai estar concluído em Abril de 2013, largando em viagem inaugural, de Hamburgo, a 11 de Maio, com destino a Lisboa onde chega a 25 de Maio. Os camarotes do novo navio de segmento superior são todos de varanda, num total de 251 cabines. Fotografias: Hapag Lloyd Cruises.

08 julho 2012

Mais um navio-casino

O navio Pacific Sun, da P&O Australia, terminou este sábado o seu último cruzeiro ao regressar a Brisbane após uma viagem de 7 noites a Noumea e Vila. Na próxima quarta-feira parte para Singapura vendido a interesses chineses que vão utilizar o navio como casino flutuante. A companhia do grupo Carnival não vai subsituir o paquete, apesar de posicionar na Australia, pela primeira vez, um dos navios da Carnival Cruise Lines, o Carnival Spirit.

06 julho 2012

Broadway no Norwegian Breakway

Diversão e bons espectáculos é coisa que não falta nos navios de cruzeiros. A competitividade entre empresas, e a ganho do passageiro, obriga à procura da melhor oferta para que os turistas de cruzeiros possam voltar a esta ou aquela companhia de cruzeiros. A NCL vai posicionar em Nova Iorque, em 2013, o maior navio de passageiros jamais baseado neste famoso porto americano. Por isso, a NCL contratou o espectáculo Rock of Ages, da Broadway, para estar no novo navio com entrada ao serviço no próximo ano, o Norwegian Breakway.

04 julho 2012

Costa Concordia removido da ilha de Giglio até Janeiro do próximo ano

Perspectivas mais optimistas dão conta de que o Costa Concordia possa deixar a ilha de Giglio em Janeiro, um ano depois do acidente. A conclusão é da TITAN, dos Esados Unidos, uma das empresas que compõe o consócio responsável por tão complexa operação, juntamente com a italiana Micoperi.Os trabalhos já começaram com a retirada de antenas entre outros objectos. Entretanto, os estaleiros Fincantieri ganharam a adjudicação para construir as 30 caixas estanques, em aço, que após colocadas junto ao navio e posteriormente enchidas serão utilizadas para reflutuar o navio.

02 julho 2012

Queen Elizabeth 2 será hotel com 300 quartos no porto do Dubai

Após alguns anos de incertezas, esta segunda-feira, Istithmar World, a DP World e a comissão de gestão do QE2, confirmaram que o antigo navio da Cunard vai permanecer no Dubai como hotel de luxo, com 300 quartos, integrado num complexo turístico junto ao porto de cruzeiros.
O consórcio pretende também potenciar o espólio do transatlântico de 1969 num museu marítimo no principal porto turístico do médio oriente, no porto de Rashid. Este complexo museulógico e requalificação do Queen Elizabeth 2 deverá ficar concluído em 18 meses.

01 julho 2012

Menos cruzeiros na Europa em 2013

Perspectivas menos optimistas em 2012 vão reduzir capacidade de oferta em 2013
O conselho económico de cruzeiros da Europa reunido na passada semana, em Bruxelas, demonstrou reservas sobre o crescimento do negócio no velho continente. As expectativas optimistas geradas com os bons resultados de 2010 e 2011, podem não ter continuidade este ano. Segundo a GP Wild e a Business Research & Economic Advisors, cerca de 6,2 milhões de europeus reservaram cruzeiros no ano passado, mais 9% do que em 2010, aumentando o share de negócio na Europa para uma fatia de 30 por cento a nivel mundial.
Os dados revelam que 5,6 milhões de passageiros de todo o mundo embarcaram num porto europeu, 7,1% mais do que em 2010, sendo que 4,8 milhões de foram passageiros europeus e os restantes de fora da Europa. Estas viagens por mares europeus geraram 28,1 milhoes de visitas em 250 portos, num aumento de 9,7%.
Ainda que o relatório do conselho europeu revele optimismo a longo prazo, nos bastidores e corredores de congressos e feiras, as empresas acentuam o encolhimento das margens e lucros.Enquanto a industria de cruzeiros fomentou em 2011 um total de 15 mil milhoes de euros, mais 3,3 por cento do que em 2010, o sector da construção naval sofre perdas pelo terceiro ano consecutivo com uma queda de 7,9%, para 3,8 mil milhoes de euros, devido à retracção do mercado e à expansão dos contrutores do oriente. O relatório concluiu que, desde o ano passado, os estaleiros europeus tinham 26 navios de cruzeiro sob encomenda. Atualmente, os mesmos estaleiros estao contratados para construir 22 navios até 2015 com um valor total de € 11,2 mil milhoes de euros.
Com a procura condicionada à crise, as companhias são obrigadas a baixar os preços passando a ter uma receita por passageiro inferior ao obtido no passado. A este factor é somado o do adiamento cada vez maior na reserva de cruzeiros o que obriga as empresas a baixarem o preço para atingir elevadas taxas de ocupação. A incerteza está assim também a dominar o mercado de cruzeiros com algumas companhias a diminuirem a sua capacidade de oferta prevista para 2013.