31 julho 2012

Descendo e apreciando a bela Veneza

Amanhecemos na companhia do Grand Celebration, que passou também a noite em porto, do Zenith e do navio de cruzeiros à vela Royal Clipper, curiosamente, o navio que faz capa da presente edição da revista Cruzeiros, com um artigo dedicado ao glamour deste tipo de turismo de cruzeiros.
Bem cedo, deixamos o navio para novo périplo pelos labirintos de Veneza, uma cidade onde vale sempre a pena voltar. O Nieuw Amsterdam largou do cais pelas 14 horas, após o exercício de segurança. Rapidamente deu dimensão ao grande canal, que desceu lentamente, admirado por milhares de turistas e de locais que já se habituaram a ver estes grandes paquetes. Por bombordo, na nossa margem esquerda, passamos frente à Praça de S. Marcos, no momento alto da saída de Veneza, em direcção ao Adriático, onde entrou passavam poucos minutos das 15horas, agora rumo a Dubrovnik, Croácia.

A segunda noite a bordo é de festa. É o jantar do comandante, tradição de boas vindas nos navios de cruzeiro. Antes, o cocktail da revista Cruzeiros, que junta nesta viagem cerca de 40 portugueses.


Sem comentários:

Enviar um comentário