16 janeiro 2013

Grandes navios de cruzeiro regressaram há 25 anos

Foi a 16 de Janeiro de 1988 que o Sovereign of the Seas partiu de Miami em viagem inaugural. Era então o maior navios de cruzeiros da época, ultrapassando em tonelagem o Norway, ex-France, que desde 1980 operava nas Caraíbas para a NCL, sendo então o maior paquete de cruzeiros.
O novo navio da Royal Caribbean marcava sobretudo o regresso das encomendas de grandes paquetes com tonelagens que apenas os paquetes de carreira tinham chegado. Curiosamente, foi construído nos mesmos estaleiros que construiram o France, que perdia então esse recorde. Desde então, a tonelagem foi aumentando ultrapassando as 100 mil toneladas com a introdução do Carnival Destiny, da Carnival Cruise Line.
 
Hoje, o Sovereign of the Seas navega para a Pullmantur, operador espanhol do grupo Royal Caribbean, operando no Brasil no inverno europeu, e regressando ao Mediterrâneo em Março. Os paquetes com mais de 100 mil toneladas de arqueação bruta são tema de capa da Cruzeiros, que dá igualmente destaque à operação no Brasil, onde está o navio que hoje completa 25 anos de actividade.

Sem comentários:

Enviar um comentário