10 fevereiro 2013

Acidente em exercício de salva vidas no Thomson Majesty, em La Palma

Fotografia de Carlos Aciego/EPA vendo-se o casco da lancha acidentada.
Um exercicio de salva-vidas no Thomson Majesty, quando estava hoje atracado em La Palma, acabou da pior forma ao fazer 5 vítimas mortais e 3 feridos, todos tripulantes (três indonésios, um filipino e um ganês. Dois gregos e um filipino são os feridos).
Esta é uma operação de alto risco muitas vezes pouco valorizada pelas tripulações, exigindo muita perícia. Após descer os turcos (estruturas que seguram as lanchas salva-vidas) repentinamente a lancha ganhou velocidade embatendo com grande violência no mar, numa queda de 30 metros,  adornando e ficando com o casco voltado para cima. 
Uma fotografia obtida por um passageiro mostra o rebentamento de um dos cabos de aço que tambem pode ter rebentado na sequência de uma manobra mal feita pela tripulação que fazia descer este salva-vidas. Esta não é a primeira vez que acidentes deste género acontecem. Em 2001, um estudo da Britain´s Marine Accident Investigation Branch revela que 15 por cento dos acidentes com tripulantes acntecem durante os exercicios de salva-vidas, que totalizavam em 10 anos 12 mortes e 87 feridos. O Thomson Majesty é operado pela Thomson Cruises, que fretado pela empresa grega Louis Cruise Lines.


 

Sem comentários:

Enviar um comentário