09 agosto 2013

O FIM DO BARCO DO AMOR, DO PACIFIC PRINCESS

Se há textos e imagens que custam a escrever e a publicar são certamente a de navios que nos dizem muito. O Pacific Princess, autor principal da série de televisão norte americana "The Love Boat" (Barco do Amor), foi dos paquetes que mais cativou novos turistas de cruzeiro.
Foi um dos navios mais populares desta industria turística que atingiu dimensões que poucos acreditavam depois do fim das carreiras regulares e do desenvolvimento da aviação comercial. Construído em 1971, como Sea Venture, e depois vendido à Princess Cruises, o Pacific Princess é dos navios que mais vai deixar saudade. Como Pacific serviu a Pullmantur Cruises e a Quail Cruises. Esta terça-feira chegou à última morada, a Aliaga, Turquia, e juntou-se ao que resta de um navio que o acompanhou na América, quando antes operaram para a Princess, o Sky Princess, que no fim da sua carreira serviu também para a Pullmantur como Sky Wonder.

1 comentário:

  1. Viajei várias vezes neste Navio, e, já como PACIFIC, na Pullmantur. Soube mais tarde que foi comprado por interesses Brasileiros, que se associaram a Espanhóis, em que estava metido um Político Socialista, penso que, também ligado à Pullmantur. É uma pena ver um Navio tão emblemático e com tanta credibilidade desaparecer. Não esquecer, também, que os últimos anos do Navio foram Comandados por Portugueses,

    ResponderEliminar